27 de fevereiro de 2015

Lasanha de Berinjela e Cogumelos e a Simplicidade na Cozinha



Quanto mais cozinho e aprendo sobre culinária mais gosto das comidas mais simples. Parece contraditório para mim, mas acho que não é. Acho que quando a gente faz uma boa massa, um bom molho de tomate percebe que não precisa de mais nada. A massa é tão boa que quer aparecer, reinar, e não ser disfarçada com um monte de coisas. Hoje, por exemplo, almocei um lanche e estava delicioso, só tinha pão, queijo e salada. Mas, o pão era feito em casa, o queijo era bom e a salada eram deliciosas mini rúculas... eu não precisava de mais nada!

Quando fiz esta lasanha não achei que ficaria tão boa, muito menos o marido, que comeu repetiu e não parava de dizer: "Nossa, está muito boa. Acho que é a melhor lasanha que já comi". Sobrou e jantamos sem reclamar, e o marido que em geral reclama um pouquinho de comer no jantar o que sobrou no almoço, ainda acrescentou quando viu que um pequeno pedaço de lasanha ficaria sem comer: "Pode deixar esse pedacinho aí que eu como amanhã no almoço!" Testada e aprovada!

Mas, como ela é toda simples, não vale usar uma massa qualquer, um molho de caixinha, o resultado não será o mesmo. Se não quiser fazer a massa procure um fresca, boa, verá que vale a pena!
A receita não está calculada nas quantidades, é meio de olho mesmo.


Montando...


Última camada de massa

Finalizando com os cogumelos

Lasanha de Berinjela e Cogumelos
Saias Cadeiras e Panelas

Massa fresca para lasanha Veja aqui como fazer
Molho de tomate feito em casa
Molho branco feito em casa Veja aqui como fazer
Berinjelas
Mussarela de boa qualidade
Cogumelos de sua preferência (paris, shitake,)
Parmesão ralado

1- Corte as berinjelas em fatias finas, salpique sal e azeite e leve ao forno baixo, com papel alumínio até elas estarem cozidas. Reserve.
2- Refogue os cogumelos com manteiga e shoyo, deixe soltar a água e cozinhe por uns 5 minutos. Reserve. 
3- Se você fizer a massa fresca caseira, terá que cozinhar as folhas em água fervente antes de montar sua lasanha. As compradas prontas, muitas vezes são pré-cozidas e não precisam desta etapa.
4- Monte sua lasanha, coloque molho de tomate e branco no fundo da travessa (o molho branco é só para dar uma cremosidade e sabor,  não exagere), depois coloque uma camada de massa, por cima o queijo mussarela, mais molho, massa, uma camada de berinjelas assadas, queijo, massa, molho, queijo...e assim vai. Eu coloco a berinjela uma camada sim e outra não, e o queijo um pouco em todas, mas tem que ser pouco senão ficará muito queijo. Na última camada, coloque o molho de tomate, os cogumelos refogados e o parmesão. Leve ao forno por cerca de 30 minutos, ou quanto recomendar o fabricante da massa que você usou.
PS: Também já fiz com abobrinha e fica muito boa!

Massa de domingo garantida!
Bom final de semana,
beijos, Lau

25 de fevereiro de 2015

Como Fazer Um Porta Azeite





Oi pessoal, tudo bem? Hoje eu gostaria de dividir com vocês uma "caseirice" minha. Desde que me mudei para Campinas venho procurando um porta azeite para comprar. Existem vários modelos de galeteiros no mercado, mas nenhum era do jeito que eu queria. A maioria dos modelos você precisa tirar seu azeite da embalagem original, isso não me agrada, acho que oxida o azeite, prefiro deixa-lo na garrafa que veio. 



Eu queria alguma coisa para colocar minha garrafa de azeite dentro, por que sempre escorre um pouco e a garrafa vai ficando melada. Bom, de cara, peguei uma embalagem de leite vazia, cortei e fiquei usando assim mesmo, enquanto eu procurava meu porta azeite.



Seis meses depois ainda não tinha encontrado. Então me dei conta que aquela embalagem de leite improvisada tinha vindo para ficar e resolvi deixá-la mais bonitinha. Só cortei a caixa e revesti com tecido, como tinha uma sobra daquele tecido adesivo usei, mas se não tivesse usaria tecido comum com cola branca. Fiquei feliz com o resultado. Gosto de resolver as coisas assim, de forma simples, isso me deixa feliz :) E vocês gostam de resolver as coisas assim?

Beijos, Lau

23 de fevereiro de 2015

Assadeira Comum x Assadeira de Pedra Sabão



Comprei esta panela para fazer assados. De cara adorei a proposta, mas queria experimentar antes de me empolgar. Adoro coisas assadas, mas meu forno parece demorar demais (ou a minha paciência que é de menos?), os legumes demoram a ficar macios e, por fim, ficam cozidos, mas ressecados.
Esta panela resolveu meus problemas. Primeiro, a pedra sabão depois de quente mantém muito bem o calor, demorando mais de 30 minutos fora do forno para esfriar. Em segundo, a tampa veda melhor que a colocação do papel alumínio, e, por fim, todo o aroma fica retido dentro da panela, e quando abrimos...hmmmm....vem aquele cheiro delicioso. Tenho amado fazer legumes aqui. Todos ficam ótimos!
Só para confirmar, um dia coloquei para assar beterrabas na forma comum e na de pedra. Com 40 minutos as beterrabas da pedra estavam perfeitas e as da formas ainda crus.





Super, super aprovado! Quem vier para região de Ouro Preto, passem em Santa Rita de Ouro Preto, no Atelier Paiol Albanos, que vale muito a pena. Nem percam tempo comprando coisas de pedra sabão na feirinha de Ouro Preto, em Santa Rita, as coisas são melhores e mais baratas! #ficaadica

Beijos, Lau

20 de fevereiro de 2015

Cotidiano



Esta é uma cena que se repete toda semana na minha casa, mas nunca tenho ninguém para registrar. Como este dia era feriado, meu marido estava em casa e registrou nosso momento cozinheiras. Não reparem na bagunça da cozinha, foi totalmente espontâneo. Fiz as fotos mais para guardar de recordação do que para mostrar no blog, mas é um momento tão especial para mim que quis dividir com vocês! 

Eu meço as quantidades e ela mexe tudo

Chegamos da praia e a primeira providência foi preparar o pão para a semana. Acho que estou beem mal acostumada, senti muita falta deste pão nas minhas férias...fazia mais de um ano que eu não comprava pão integral no supermercado e achei bem ruim :)
 Quando não tenho tempo de fazer pão compro francês ou o integral de uma padaria que vende pão alemão, Das Brot, que para mim é o melhor pão de todos!


Amassa, amassa...
Como ela muitas vezes estraga o pão, ela ganha um pedaço dela e só pode amassar esse. Tem dias que vai para o forno e realmente vira pão, mas tem dias que ela derruba no chão, passa no pé, e o pão vai para o lixo, mesmo antes de assar. Mas, cada dia mais ela finaliza o pão, pois fica feliz em comer o pãozinho que ela mesmo fez!

O meu e o dela


Beijos e bom final de semana!
Lau

19 de fevereiro de 2015

Salmão Ao Molho de Cenoura e Capim Santo



Como foram de carnaval? Eu passei na praia com a família. Para ser sincera não sou uma amante de praia, prefiro o campo e o frio, mas passar os dias com a família não tem preço. 

Eu adoro peixe, mas não sou muito conhecedora de espécies e modo de preparo. Meu preferido é tilápia e salmão. Escuto muita gente dizendo que não gosta de salmão. Ok, gosto não se discute, mas uma coisa que eu escuto e acho injusto é dizer que ele é seco. Salmão não é seco, as pessoas é que cozinham ele demais. O preparo do salmão é rápido. Eu sempre gostei de salmão, mas posso dizer que na Holanda aprendi melhor a diferenciar um bom preparo. Lá eles sempre servem um salmão ao ponto, cozido, mas ainda macio e molhadinho. Aqui um salmão seco e passado do ponto é comum. 

Para ficar ainda melhor compre salmão selvagem congelado se tiver oportunidade. O rosa dele é menos intenso, bem como seu sabor e suas propriedades nutricionais serão as melhores.

Este prato é para quem gosta de um gostinho exótico de vez em quando. E não deixe de fazer um arroz branco, pois o caldo é bem fluído e um arroz ajuda bem na hora de limpar o prato. Delícia!

Salmão ao Molho de Cenoura e Capim Santo
Do livro La Tartine Gourmande

1 1/2 xícara de suco de cenoura - cerca de 8 cenouras médias passadas na centrífuga de suco.
1 pedaço de cerca de 2cm de gengibre, descascado e fatiado
3 folhas de capim santo fatiada
o sumo e a raspa da casca de uma laranja
1 dente de alho fatiado
1 colher de chá de açúcar mascavo
1/2 xícara de leite de coco
sal e pimenta a gosto

1- Em uma panela, coloque o suco da cenoura, o gengibre, o capim santo, a raspa da casca da laranja e o alho. Leve ao fogo e assim que começar a ferver conte 3 minutos. Então desligue, e deixe tampado para infusão por 20 minutos. 
2- Então coloque o suco da laranja e o açúcar e leve ao fogo só para o açúcar dissolver. 
3- Coe e descarte os pedaços. Junte o leite de coco e sal e pimenta a gosto. Reserve
4- Em outra panela, aqueça um pouco de óleo, jogue os pedaços de salmão, coloque um pouco de shoyo e sal se necessário. Frite cada lado por 30 segundos. 

Sirva com aspargos frescos e arroz branco. Monte o prato, coloque o salmão e regue com o molho.

Bom apetite!
Lau 

18 de fevereiro de 2015

Vídeo: Como fazer Suflê Colorido!

Na nossa página do YouTube (se inscreve lá!!) tem um vídeo com o passo a passo de como fazer o suflê colorido, que acabou de sair na revista Casa e Comida! Veja como é simples e possível!!


beijos, Lau

Nossa Receita na Casa e Comida!

Escrevo este breve post só para mostrar que uma receita do blog saiu  na revista Casa e Comida. É um espaço que a revista tem para divulgar receitas dos leitores. Eu sou consumidora da revista e vi este espaço com a chamada: "mande sua receita para gente". Mandei e fui selecionada. Fiquei suuper feliz! Se vocês gostam de cozinhar, escolha sua receita preferida tire uma foto legal e mande para revista também! Quem sabe mês que vem é sua!



Clique AQUI para ver a receita do suflê colorido.

Beijos, Lau

12 de fevereiro de 2015

Pudim de Chocolate Com Cardamomo Para Comer Todo Dia



Olá! Adorei este pudim, adorei este título! Estou passando esta semana na praia, e morrendo de vontade de comer este pudim, então me lembrei de postar a receita!

Quem segue o blog e já fez minhas receitas, sabe que eu gosto do doce não muito doce. Este pudim leva 2 colheres de sopa em toda a receita. E não, não leva leite condensado. Acho que é menos doce do que um achocolatado em pó utilizado para leites, que eu nem consigo tomar de tão doce que eu acho. O que dá um docinho a esta sobremesa é uma deliciosa calda de açúcar. 

Além disso é feito de leite, e não de creme de leite e outras substâncias mais gordas. Ou seja, é leve, é muito leve. Daqueles doces que você come e não pesa na barriga. Achei ele prefeito para ser comido durante da semana, com o meu cafezinho pós almoço e não ver a balança subindo por causa disso. A única dificuldade é ter que fazer e depois esperar algumas horas para gelar, antes de atacar!!

Eu estou praticamente transcrevendo o livro  La Tartine Gourmande aqui no blog. Gente, este livro é um vício completo! Todas as receitas são lindas, são gostosas e nenhuma é muito pesada, todas tem um foco em um estilo de vida saudável, sem neuras e com muito prazer. Ele é todo livre de glúten, por que a autora, há mais de 10 anos foi diagnosticada com sensibilidade ao glúten. Mas, ela não fica catequizando ninguém, e inclusive dá a dica em várias receitas em como torná-la com glúten, se o desejo for fazer com farinha de trigo. 


Pudim de Chocolate com Cardamomo
Do livro La Tartine Gourmande

Para o caramelo

1/2 xícara de açúcar refinado
2 colheres de sopa de água fria
1 colher de sopa de água quente

Para o Creme

2 1/4 xícaras de leite integral
1 fava de baunilha ou 1 sopa de extrato de baunilha
5 grãos de cardamomos, amassados com a lâmina de uma faca
90g de chocolate amargo - de 50-70%
3 ovos grandes
2 colheres de sopa de açúcar demerara
cacau em pó para polvilhar

Passe óleo em 6 tigelas  de cerca de 12cm de diâmetro que possam ir ao forno.


1- Para fazer o caramelo, coloque o açúcar e a água fria em uma panela e leve ao fogo baixo e deixe até o açúcar caramelizar. Não mexa na mistura. Quando estiver com uma cor dourada, retire do fogo, coloque a colher de água quente e mexa rapidamente. Distribua no fundo dos potinho que você untou.

 Pré-aqueça o forno em 150oC.

2- Em uma panela coloque o leite, o cardamomo e a baunilha - se você estiver usando a fava, se for o extrato ou aroma deixe para depois. Leve o fogo até ferver, desligue coloque o chocolate e mexa para que o chocolate derreta. Deixe em infusão por 20 minutos. Depois disto coe a mistura.
3- Bata os ovos com açúcar por um minuto, junte o leite o mexa rapidamente. Com uma colher retire a espume que estiver na superfície e então, despeje o líquido entre os potinhos.
4- Coloque os potinhos em uma forma e encha a forma com água quente até metade dos potinhos.  Deixe assar por 50 minutos.
5- Retire do forno, deixe esfriar completamente, cubra com filme plástico e leve para geladeira por algumas horas. Para desenformar, mergulhe os potinhos em água quente por um minuto, passe uma faça ao redor dos potinhos e vire no prato. Polvilhe cacau em pó para finalizar.

Beijinhos, Lau



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...