20 de outubro de 2014

Aniversário da Anita, Meu lado Decoradora



Para quem não sabe, além de nutricionista também sou designer de interiores. Trabalhei 2 anos com decoração, mas tive que largar tudo quando me mudei para Minas Gerais. Não reclamo, foi uma ótima experiência, foi assim que me joguei nas panelas e descobri o maravilhoso mundo de cozinhar. Mas, é bom estar de volta e poder decorar de novo. Desta vez o trabalho decorativo não foi uma casa ou loja, foi uma festa. Lembro quando fui fazer o primeiro aniversário da Clarice. Minhas referências eram todas de festas americanas e europeias, que possuem um estilo mais simples de festa, valorização do feito em casa, papelaria e menos artigos de luxo. Fiquei perdida por que pouca gente faz festa assim no Brasil. Pedi um orçamento para Babi Pirajá que faz coisas lindas (olha o Instagram e o facebook dela!) e no orçamento tinha bandeirola. O que? O que é bandeirola, perguntei! Depois de 2 chás de bebês e 3 aniversários já sei bem o que é bandeirola. Me apaixonei por este tipo de decoração, de scrap, tudo personalizado, colorido, estampado. Me encanta fazer! Assim, além dos doces, também estou fazendo papelaria personalizada para festas, pode ser de criança, casamento, batizado, chá de bebê.



Neste post vou mostrar o trabalho que fiz para festa da minha sobrinha, Anita. Junto com minha irmã, fiz a parte de desenvolvimento do tema escolhido. Praticamente toda a papelaria foi feita por mim, só a bandeira de trás da mesa pedi para Michaela Artesanato fazer, pois fiquei com medo de não dar tempo de fazer toda a papelaria mais os bolos, mais os cupcakes, com a Clarice em fase de adaptação na escola. Agora que a Clarice se adaptou e simplesmente ama a escola, tenho tempo para fazer tudo que quiser, oba!

Se preparem, que vem muitas fotos por aí!

A ENTRADA DA FESTA






A MESA - Para a mesa do bolo eu fiz 3 bolos, 2 tipos de cupcakes e algumas tags variadas entre Anita, 1 e vários tipos de girafas. Ainda teve o delicioso brigadeiro da Tia Nina Brigadeiros e vários doces deliciosos vindo diretamente de Varginha, terra do pai da aniversariante.






























OS BOLOS






A MESA AUXILIAR - Esta mesa serviu para apoiar as garrafinhas de suco, pratos, garfinhos, guardanapos. Para esta mesa foram feitos os leques de papel.




OS VASINHOS - Cada mesa tinha uma vasinho de vidro diferente, todos reaproveitados. Para estes vasinhos foram feitas 4 tipos diferentes de tag.





Como o banheiro era meio escondido, fiz também uma lousa indicando o caminho...



Para as lembranças foram girafas de pelúcia com a tag no pescoço: Adote uma Girafa (esqueci de fotografar) e os deliciosos Bem-Vividos da Rita de São João.



Esqueci de tirar fotos de outros detalhes da decoração, como o varal de pompons de seda, a jabuticabeira cheia de lanternas japonesas e as bexigas de gás amarradas nas cadeiras dos convidados e na saída da escada.

E por último, nós... felizes, não só por que a festa ficou como imaginamos, mas por conseguir reunir pessoas queridas de vários cantos do Brasil para comemorar a coisa mais importante do mundo, a vida! 


Beijos, Lau

22 de setembro de 2014

Torta de Abobrinha com Ervas e Massa de Quinoa



Não sou a favor de dietas de exclusão, já disso isso aqui no blog algumas vezes. A não ser por uma real necessidade, como diabéticos, celíacos. Mas, a moda da dieta sem do glúten tem seu lado bom: ao invés de exclusão, a inclusão! Não tiro os alimentos com glúten, mas incluo na minha dieta os sem glúten. Isso não é o máximo?

Fiquei apaixonada por esta torta de massa de 3 farinhas sem glúten: amaranto, quinoa e arroz. O que predomina é o sabor da quinoa, que eu amo. Como o sabor é mais marcante que o de uma torta tradicional, não acho que ficaria bom com tudo. Mas, com este recheio achei que combinou muito bem. Fiquei apaixonada, roubando as beradinhas da torta...hmmm.... Só neste mês já fiz 3 vezes rsrsrsr. Deu para perceber que eu gostei, né?

Me desculpem repetir a fonte, mas esta receita também vem do livro da Torta 2 Mousses, o La Tartine Gourmande. O livro é super lindo, as receitas dão certo, ele mescla receitas saudáveis com sobremesas deliciosas, ou seja, um verdadeiro paraíso! Neste final de semana vou testar um salmão com molho de cenoura e depois conto se ficou bom, ok?

Na massa sem glúten, é usado a goma xantana para dar liga nas farinhas. Fiz com e sem a goma. Até deu certo sem a goma, mas ao partir fatias da torta a massa se quebrava toda. Ficou boa igual, mas um pouco mais difícil para abrir e depois de pronta, para servir.



Outro fato importante desta torta é a qualidade da sua ricota. Se a ricota for boa ela fica delicada e faz parte do conjunto, mas com ricota ruim... ela domina a torta e estraga. A melhor ricota para mim é a da Roni, insuperável. Ela é saborosa, molhadinha, cremosa e vem sem sal. Eu prefiro colocar o sal à gosto. Ficou tão melhor quando usei esta ricota que agora só vou gastar minha preciosa farinha de quinoa se eu tiver uma Roni em casa. Uma dica é que se a sua ricota for daquele tipo muito seco, coloque 2-3 colheres de creme de leite nela antes de temperar. 

Eu fiz minha massa na batedeira, mas você pode fazer na mão ou no processador se preferir.

Torta de Abobrinha com Ervas e Massa de Quinoa
um tiquinho adaptado do La Tartine Gourmande

Massa de Arroz, Quinoa e Amaranto

O preparo deve ser feito com 1 hora de antecedência ou até um dia antes.
Rendimento: 1 forma de 28cm ou 6 forminhas de 10cm

1/2 xícara de farinha de arroz 
1/2 xícara de farinha de quinoa
1/2 xícara farinha de amaranto
1 1/2 colher de chá de goma xantana
1/2 colher de chá de sal
7 colheres de sopa ou 100g manteigam gelada picada em pedaços
1 ovo
1 colheres de sopa de água gelada

1- Coloque as farinhas, a goma xantana e o sal na tigela da batedeira com o acessório de pá e mexa até misturar. Adicione a manteiga e mexa na velocidade média até formar uma farofa grossa. Adicione o ovo e misture de novo. Adicione a água aos poucos. Na batedeira deixe até a massa formar uma bola, na mão misture bem até estar tudo bem incorporado. Forme uma bola, embrulhe com filme plástico e deixe na geladeira por pelo menos 1 hora. 
Se fizer a massa no dia anterior, tire-a  da geladeira 30 minutos antes de usar.
2- Abra a massa em um círculo maior do que o diâmetro da sua forma. Arrume a massa na forma e com a ajuda de uma garfo fure-a toda. Coloque um papel manteiga ou alumínio por cima, jogue feijões crus dentro da torta para fazer peso e leve ao forno (180oC) por 15 minutos. Retire o papel e os pesos e reserve.

O Recheio

1 xícara de ricota
1/2 colher de sopa de manjericão fresco picado
1/2 colher de sopa de tominho fresco picado
1 colher de sopa de salsinha fresca picada
Raspas da casca de 1 limão
1 colher de sopa de azeite
Sal, pimenta e noz moscada a gosto
1 abobrinha fatiada bem fininha
1 punhado de queijo de sua preferência - já fiz com mussarela, parmesão e acho que com queijo de cabra ficaria perfeito!

1-  Misture a ricota com as ervas e as raspas de limão. Coloque um pouco de sal e pimenta se desejar.
2- Misture o azeite com um pouco de sal e pimenta. Com um pincel, espalhe o azeite na massa da torta. Coloque por cima a ricota, rale sobre ela um pouco de noz moscada, e sobre a ricota arrume as fatias de abobrinha. Finalize com o queijo escolhido, um pouquinho de sal e um fio de azeite ( você reparou que a gente colocou sal na massa, na ricota, na abobrinha, então cuidado para não pesar a mão).
3- Asse por 40 minutos, tire a torta do forno, deixe esfriar 5 minutos antes de fatiar e sirva.

Espero que gostem!
Beijos, Lau


9 de setembro de 2014

Bolo Mousse, Campinas e Encomendas




Oi gente, tudo bem?
Eu estava morrendo de saudades de escrever no blog. Como sinto falta dele quando fico muito tempo sumida! Ando completamente consumida pelos afazeres do dia a dia e um novo projeto. Não sei cadê as 24 horas que eu tenho direito, parece que meu dia tem 18, 20 horas. Se bem que quando olho para tudo que consegui fazer e não tudo que deixei de fazer, começo a achar que meu dia na verdade tem umas 30 horas!

O importante é tenho conseguido cozinhar bastante e ando comendo muito bem ultimamente. Muita comida caseira, muita comida saudável gostosa , muitas novidades açucaradas, tudo bem do jeito que eu gosto. E isso me deixa super feliz!

Também estou em uma fase bem nova da minha vida. Primeiro mudei de volta para Campinas, cidade que eu morei por 11 anos, depois de ter passado 4 anos em Minas e quase 1 na Holanda. A segunda novidade é que estou fazendo bolos por encomenda. Estou fazendo uma seleção dos meus favoritos e divulgando no meu site www.lauradoces.com. Sou super exigente com ingredientes que uso aqui em casa, não só pelo sabor que eles conferem, mas também por que me preocupo muito com minha saúde. E esta exigência com certeza também está presente em tudo que eu estou vendendo ! Para saber mais acessem meu site de venda ou mandem um email para laurabicas@gmail.com. 



Este bolo mousse era um desejo já há um certo tempo. Vi esta receita quando morava na Holanda, mas não tinha ferramentas para executá-lo. Guardei minha vontade e assim que me mudei para minha nova casa o preparei na primeira semana. Gostei tanto da novidade que agora fiquei meio viciada na ideia preparar bolos mousses. Pensa bem, eu amo bolo e amo mousse e amo mais ainda quando surge essas receitas que juntam tudo.O resultado é um bolo bem saboroso e leve, um verdadeiro vício. Me fez lembrar e desejar profundamente aquele bolo mousse de morango que fiz para o aniversário de 6 meses da Clarice, lembram?

Bom, mas vamos ao que interessa, a receita desta gostosura! E para quem interessar, este bolo é livre de glúten.


Bolo Dois Mousses
Um pouquinho adaptado do maravilhoso e apaixonante livro, La Tartine Gourmande

Utensílios utilizados: tigelas diversas, xícaras e colheres medidoras, panela, panela para banho maria, forma para bolo de 20cm, aro de inox de 18cm, batedeira, espátulas e fouet.

Para o bolo

1 1/2 colher de sopa de manteiga 
70g de chocolate meio amargo
3 ovos
2 colheres de sopa de açúcar mascavo
1 colher de sopa de açúcar refinado
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1 pitada de sal
1 colher de sopa de amido de milho
cacau em pó para untar a forma

Para o mousse de chocolate 

1 folha de gelatina incolor ou 1/2 colher de chá de gelatina em pó
125g de chocolate meio amargo
1/4 de xícara de leite
3/4 de xícara de creme de leite fresco

Para o mousse de chocolate branco

1/4 de xícara de leite
6 cardamomos esmagados
1 fava de baunilha 
1 folha de gelatina incolor ou 1/2 colher de chá de gelatina em pó
125g de chocolate branco
180ml de creme de leite gelado

Modo de preparo
Bolo

1- Ligue o forno em 180C. Unte uma forma de 20cm de diâmetro e coloque um papel manteiga no fundo dela;
2- Derreta o chocolate com a manteiga em banho maria e reserve;
3- Separe as gemas das claras, junte uma pitada de sal as claras e bata em ponto de neve, reserve; Bata as gemas com açúcar até a mistura ficar leve e clara, então coloque a baunilha e o chocolate derretido. Coloque o chocolate bem as poucos para que sei calor não cozinhe as gemas;
4- Delicadamente misture as claras em neve na mistura com as gemas, coloque o amido de milho e misture gentilmente. Despeje na forma e leve ao forno por 12 minutos. Espere esfriar, desenforme e reserve.



Modo de preparo

Mousse chocolate

1- Coloque a gelatina em uma tigela e cubra com água fria, deixe por 5- 10 minutos. Retire a gelatina da água, e com seus dedos tire o excesso de água dela. Reserve;
2- Derreta o chocolate em banho maria, transfira para outra tigela e reserve. Aqueça o leite só até senti-lo quente ao colocar o dedo. Retire o leite do fogo e coloque nele a folha de gelatina, mexa até a gelatina ficar totalmente dissolvida. Coloque o leite no chocolate derretido e mexa bem rápido até que tudo fique bem misturado. Deixe descansar por 5 minutos;
3-Bata o creme de leite até ele ficar em ponto de chantilly e o misture delicadamente ao chocolate com leite e gelatina.

4- Com um aro de 18 cm, corte seu bolo e o coloque dentro do aro. Coloque um plástico ou acetato envolta do aro. Se você não tiver o aro dá para usar uma forma com fundo falso e laterais altas.
5- Coloque o mousse de chocolate dentro do aro, por cima do bolo e leve para geladeira.
6- Prepare seu mousse branco agora

Mousse de Chocolate Branco

1- Aqueça o leite com as sementes da fava de baunilha e as sementes de cardamomo, retire do calor, feche e deixe em infusão por 30 minutos;
2- Coloque a gelatina em uma tigela e cubra com água fria, deixe por 5- 10 minutos. Retire a gelatina da água, e com seus dedos tire o excesso de água dela. Reserve;
3- Derreta o chocolate em banho maria, transfira para outra tigela e reserve. Coe o leite e aqueça novamente só até senti-lo quente ao colocar o dedo. Retire o leite do fogo e coloque nele a folha de gelatina, mexa até a gelatina ficar totalmente dissolvida. Coloque o leite no chocolate derretido e mexa bem rápido até que tudo fique bem misturado. Deixe descansar por 5 minutos;
Bata o creme de leite até ele ficar em ponto de chantilly e o misture delicadamente ao chocolate com leite e gelatina.

4- Coloque o mousse de chocolate branco sobre o outro mousse e deixe na geladeira por pelo menos 3 horas. 

Polvilhe bastante cacau por cima do mousse branco, desenforme e sirva!

Sei que é um pouco trabalhoso, mas achei que valeu a pena!
Bon Apetit, Lau


11 de julho de 2014

Pavlovas Para Um Aniversário Especial


Já estou em terras brasileiras. Voltei da Holanda e duas semanas depois já seria o aniversário da minha filha. Pensamos em não fazer nada, mas seria impossível deixar de comemorar seu aniversário rodeada das pessoas que ela mais sentiu falta. Assim resolvemos fazer um bolo, algumas bandeirinhas e convidar somente a família para cantar os parabéns. A família veio, e por sorte ainda temos uma maravilhosa musicista como tia, tia Ed, a Ed Lemos Musical, como muitos conhecem, e os parabéns além de bolo, brigadeiro e o coro da família ainda teve o acompanhamento da sanfona! Inesquecível, delicioso, simples e divertido, como uma festa de criança deve ser.



Para o doce eu fiz o bolo de prestígio, e o bolo de coco (que desta vez recebeu recheio de doce de leite, nozes e cobertura de suspiro) e pavlovas. Estava morrendo de vontade de comer este doce, que nada mais é que suspiro assado, creme de chantilly e frutas.




Para pavlovas segui a receita lindo livro Meringue, e fiz tudo conforme indicado. O suspiro ainda cru ficou lindo, sem sentir o açúcar, fofo, gostoso, mas não ficou muito crocante depois de assado. As beiradas principalmente, que são mais altas, estavam puxe. Contei para minha avó sobre os suspiros e ela disse para eu fazer de novo que ela olhava o forno. Eu fiz, desta vez os suspiros ficaram meia hora a mais no forno, que foi utilizado um pouco aberto e tudo deu certo. Os suspiros ficaram sequinhos e crocantes



O duro foi que depois de toda a história para deixar o suspiro sequinho, na hora de comer eles estavam moles. Acho que o fato de ficarem montados com chantilly e fora da geladeira, resultou neste triste fim. Apesar de tudo as pavlovas estavam deliciosas, eu pelo menos gostei muito e comi umas 10. Só que da próxima vez vou finalizar o doce na hora de servir. A aniversariamente que não é nada boba, comeu sua pavlova assim que elas ficaram prontas!

Estou super fã de merengues e pretendo executar várias receitas deste livro. A sobremesa fica muito leve e saborosa.

Mini-Pavlovas Com Morango
Do livro Meringue

Suspiro

utensílios utilizados: batedeira, xicaras de louça, xícaras e colheres medidoras, 2-3 formas retangulares grandes, papel manteiga, bico de confeitar (opcional), espátula.

Ingredientes

8 claras de ovos grandes
1 colher de chá de vinagre de vinho branco
1 pitada de sal
2 xícaras de açúcar de confeiteiro
2 colheres de chá de amido de milho

1- Antes de tudo limpe bem sua tigela da batedeira, é essencial retirar toda a gordura que este pote possa ter. Passe limão, água quente e lave bem. Deixe secar completamente; Deixe as formas que serão utilizadas separadas e já com papel manteiga. Se quiser fazer círculos do mesmo tamanho já trace os círculos do lado avesso do papel manteiga para servir de direção na hora de confeitar. Eu utilizei como medida uma xícara de café e obtive cerca de 30 pavlovas
2- Coloque as claras no pote da batedeira e bata em velocidade média-baixa até criar uma espuminha, então coloque o vinagre e a pitada de sal;
3- Continue batendo em velocidade média até as claras atingirem picos moles. Nesta hora, com a batedeira ligada, vá colocando o açúcar aos poucos, 1 colher de sopa por vez com intervalo de 5-10 segundos entre uma e outra;
4- Continue batendo em velocidade alta até o merengue atingir picos firmes. Faça o teste, pegue uma colher e coloque um pouco do meregue, vire de cabeça para baixo, o merengue não deve  cair e o pico formado deve ser firme. Se estiver no ponto, coloque o amido e bata mais um minuto e pronto. Ligue seu forno na temperatura mais baixa (em geral forno comum a gás é 150C, mas se o seu tiver 100 é melhor)
5- Porcionar o suspiro nas formas de acordo com o tamanho do circulo desejado. Para isso você pode utilizar o saco de confeitar ou uma colher de sopa comum mesmo. Lembre-se de deixar a beirada mais alta, vamos colocar o chantilly dentro deste círculo.
6- * Coloque as formas na grade superior do seu forno. Se ele tiver temperatura de 100C pode assar com a porta fechada. Se for um forno a gás comum, coloque na temperatura mais baixa e na hora de fechar a porta do forno coloque uma faca ou uma colher de pau para que o forno não feche completamente. Deixe assando por cerca de 1 hora e meia. Mas, fique atento, isso pode variar de cada forno.  O ideal é que o suspiro fique bem branco e crocante, mas no forno a gás ele costuma ficar dourado, tudo bem. 
7- Retire do forno e deixe esfriar completamente. Retire do papel manteiga delicadamente para não quebrar e guarde em pote bem fechado por até uma semana.

*Como as regras da minha avó deram certo e as do livro não (provavelmente por causa do tipo de forno), os passos dados acima são os da minha avó.

Chantilly

Utensílios utilizados: batedeira, colheres medidoras.


500ml de creme de leite fresco
3 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de extrato ou aroma de baunilha

1- 10 minutos antes de começar coloque a tigela da sua batedeira e a pá que irá bater o chantilly no freezer. O Creme de leite fresco deve ficar na geladeira;
2- Retire a tigela do freezer e rapidamente coloque todos os ingredientes dentro. Bata em velocidade alta até ficar fofo. Use imediatamente ou guarde na geladeira até a hora de utilizar.

Frutas

1 caixa de morangos

1- Lavar e picar em quadradinho. Manter em uma peneira até a hora de utilizar.


MONTAGEM

Coloque seus lindos suspiros assados em uma travessa de servir, com o saco de confeitar* coloque delicadamente o chantilly sobre o suspiro e finalize com os morangos. Para dar um charme eu coloquei também raspas de limão. Sirva!

* se não tiver saco de confeitar, use um saco plástico próprio para alimentos, e corte a ponta do saquinho. Você pode encaixar seu bico de confeitar no saco ou confeitar se bico mesmo. 

É bom estar no Brasil de novo!
Beijos bem brasileiros, Lau


29 de maio de 2014

Um Pouco Sobre Nutrição, Dietas e Blá Blá Blá

As coisas estão tão viradas de ponta cabeça hoje em dia. As pessoas perderam o prazer de comer, sempre estão preocupadas com o peso, com valor calórico. É claro que ser magro não é apenas uma questão de estética e sim de saúde e de bem estar. Mas, as pessoas não estão buscando saúde, bem estar. Sentir prazer em comer, ter um almoço maravilhoso sem dizer e no final: "Ai que culpa, comi muito " (não curto essa frase!) faz parte de uma vida saudável, faz parte de uma mente saudável que levará ao equilíbrio físico e mental. 



Me preocupo com a próxima geração. As mães já estão estressando seus pequenos filhos, com frases "não, isso engorda", "coma, isso é saudável". A boa alimentação a gente não explica, a gente dá o exemplo. É mais importante trazer equilíbrio emocional para mesa. O velho ensinamento de sempre: TV desligada, família reunida, nada de conversar sobre problemas, nada de falar sobre a gordura ou calorias dos alimentos. Ambiente tranquilo, alegre, bem iluminado e uma boa comida na mesa. Não tem segredo, assim seu filho provavelmente terá o peso ideal e será saudável naturalmente, sem esforços, sem neuras. Felizmente a gente não controla tudo que irá acontecer na vida dos nossos filhos, eles tem outros exemplos (ainda bem!) e são influenciados por tudo que vivem, mas devemos tentar fazer o melhor, né?

Li uma reportagem de uma nutricionista que me deixou muito feliz. Ela disse tudo que eu tinha vontade de falar, de explicar. A entrevista da nutricionista Sophie Deram está AQUI para quem quiser ler. Eu também digo que sou contra dietas e as pessoas acham que é por que não preciso. Preciso sim, preciso comer bem, me cuidar para não engordar e ter saúde, mas achei o jeito certo de fazer isso. É isso que tento ensinar e passar todo mundo.

Espero que eu ajude alguém a refletir sobre este assunto e que possamos deixar um legado mais rico nutricionalmente para nossos filhos. De volta o prazer em comer, a família toda na mesa, a sobremesa sem culpa. De tudo um pouco, com equilíbrio e muita saúde.

Beijos, Lau

13 de maio de 2014

Panquecas de Maçã Para Deixar Tudo Mais Nutritivo!



Eu sempre gostei de colocar vegetal em tudo que faço. Além do vegetal em sua forma "normal" picado, refogado, coloco também no meio do molho de tomate, no meio da lasanha, na massa da panqueca (como esta receita aqui e outra aqui...). Acho positivo, comemos mais fibras, mais vitaminas e minerais e é claro, eu adoro o sabor!



Depois que a Clarice começou a comer esta minha mania se tornou mais intensa e se estendeu para as frutas. Sempre dei mingau de aveia para ela com alguma fruta amassada no meio, iogurte também leva fruta picada, suco, só natural e com várias frutas batidas (isso no café da manhã e da tarde, durante o dia é água!). No café da manhã dela também estava sendo frequente meu "pão" de banana-da-terra


Mas, tem uma coisa que eu tenho muita mania de preparar: panquecas! Desde a primeira vez que a Clarice comeu panqueca eu coloquei maça no meio. No começo colocava amassada grosseiramente e fazia separada para ela por que eu gosto de comer a minha com queijo e a maça não combinava. Agora aprimorei.


Com geleia caseira de morango ficou perfeita!

 A maça vai batida e substitui uma parte do leite. Não dá para perceber o gosto da massa. A massa fica mais molhadinha e muito mais nutritiva! Dá para comer pura, com açúcar e canela, mel, frutas ou queijo. A Clarice adora maçã, eu não faço isso para ela comer uma fruta enganada, mas faria se fosse preciso, melhor comer enganado do que não comer! Faço isso por que acredito que é melhor para ela e para nós também! 

Panquecas de Maçã
Saias Cadeiras e Panelas

Utensílios utilizados: microondas, 1 prato, 1 garfo, 1 faca, 1 tigela de tamanho médio, uma peneira, xícaras medidoras, colher de sopa medidora, mixer, 1 colher, frigideira antiaderente, fogão.

Rendimento: Serve de 3 a 4 pessoas no café da manhã

Ingredientes 

2 maçãs

1 xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de fermento químico em pó 
3/4 de xícara de leite integral
1 colher de sopa de manteiga derretida
3 colheres de sopa de creme de leite
1 ovo

Modo de preparo

1- Lave as maças, coloque uma no prato, inteira, e leve ao microondas em potência alta por 3 minutos. Faça, a mesma coisa com a outra maçã. Corte as maças no meio e com ajuda do garfo raspe a polpa da maçã cozida, para separá-la da casca. Coloque as polpas de maçã no mixer e bata para virar purê;
2- Peneire os ingredientes secos, farinha, açúcar e fermento, na tigela média e acrescente os demais ingredientes e a maçã. Misture com uma colher, se você ainda estiver vendo grumos de farinha pegue o fouet e mexa com mais vigor. 
3- Aqueça a frigideira e unte com manteiga ou óleo se achar necessário. Com a ajuda de uma colher ou concha pequena coloque a massa de panqueca na frigideira. O tamanho da panqueca da foto, que está em um prato de sobremesa, foi feita com 2 colheradas de massa. Vire quando estiver vendo furinhos na massa por cima e o outro lado estiver dourado. Deixe dourar do outro lado e retire. O fogo não pode ser alto para não deixar as panquecas cruas no meio, mas muito baixo elas vão demorar demais e ficar murchas. Fogo médio é o ideal.

Beijos, Lau


1 de maio de 2014

Coisas Que Eu Amo: Tábuas Para Cozinha



Eu adoro tudo que é funcional para cozinha. Enfeitar só por enfeitar me agrada pouco. Gosto do bonito, do bom, mas tem que ter utilidade. Assim, adoro tábuas de cozinha em desenhos e formatos diferentes. Tenho algumas, que ganhei de presente de uma pessoa muito querida, que são fofas e práticas. Cada uma tem um formato, de galinha, de porco, de limão. Cada uma serve para um tipo de corte, pois não devemos misturar, tem que ter tábua só para carnes, só para legumes e frutas, só para cebola e alho....



Estas tábuas da foto são as mais lindas que já vi! Fiquei completamente apaixonada! Pena que custam 59 euros, quase 200 reais, cada! São de uma marca italiana chamada Seletti.

E vocês, do que gostam para cozinha?
beijos, Lau

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...